Jornalistas indígenas podem se candidatar para bolsa de reportagem internacional

A Earth Journalism Network (EJN), projeto criado pela organização sem fins lucrativos Internews, está com inscrições abertas para um programa de subsídio a jornalistas indígenas de todo o mundo. O objetivo é incluir indígenas nos debates globais sobre biodiversidade, mudanças climáticas e outras questões ambientais críticas.

São 10 bolsas ofertadas, no valor médio de US$ 1.250 (cerca de R$ 6.782) o valor pode variar de acordo com o orçamento e necessidade de cada proposta apresentada. Terão prioridade histórias originais e que ainda não foram amplamente cobertas.
As pautas devem abordar temas como justiça climática, biodiversidade, ecossistemas sustentáveis e outras questões relacionadas aos direitos e bem-estar dos povos e comunidades indígenas. São critérios de seleção, além da originalidade, relevância, impacto e criatividade das propostas.

As inscrições devem ser feitas através do site, até 12 de março.

Durante a inscrição, o candidato deve indicar o nome da comunidade indígena de que faz parte e enviar o link de dois trabalhos relevantes. É necessário também conhecimento de inglês ou que o jornalista tenha um tradutor para auxiliar na comunicação com a equipe da EJN para entrevistas de acompanhamento ou, se selecionado, para orientação e produção das histórias.