Fundação seleciona mulheres jornalistas para bolsa de reportagem em Honduras

A organização International Women’s Media Foundation está selecionando 12 mulheres jornalistas de todo o mundo para uma viagem de reportagem em Honduras.

A viagem ocorre entre os dias 28 de maio e 14 de junho, com todos os gastos de passagens, visto, acomodação, alimentação e contratação de fixers/intérpretes pagos pela instituição.

Primeiro, as repórteres selecionadas passarão por um treinamento de segurança na Cidade do México. Depois, o grupo partirá para as cidades de Tegucigualpa e San Pedro Sula, em Honduras.

É possível se candidatar individualmente ou em duplas. Para concorrer a uma vaga, é preciso ter pelo menos três anos de experiência profissional e inglês fluente.

Jornalistas interessadas devem enviar pelo site, até 21 de março, uma proposta de pauta detalhando o trabalho que pretendem realizar na viagem, além de uma cópia do currículo e exemplos de reportagens realizadas anteriormente.

É esperado que as pautas partam de uma perspectiva original e crítica sobre o país, tratando preferencialmente de grupos marginalizados. Também é preciso incluir na ficha de inscrição uma carta de um editor demonstrando interesse na publicação do trabalho ou, no caso de repórteres freelancers, um conjunto consistente de matérias já publicadas em veículos relevantes.

A bolsa faz parte do projeto Adelante, que busca diminuir a desigualdade de gênero na América Latina levando mulheres jornalistas para realizar reportagens na região e aprimorar habilidades profissionais. Mais informações estão disponíveis no site do IWMF.