Entrevista de jornalista da Folha repercute no ‘Washington Post’

O jornal norte-americano “Washington Post” destacou a entrevista dada pela artista plástica Bia Dória, mulher do novo prefeito da capital paulista, à Folha no último domingo (9).

Bia Doria, esposa do prefeito eleito João Doria, em seu ateliê na Vila Nova Conceição (Foto: Julia Chequer/Folhapress)

Assinado pelo correspondente do Post no Brasil, Dom Philips, o artigo repercute o alvoroço causado pelas declarações da futura primeira-dama da capital na mídia e redes sociais.

Uma das frases ditas por Bia ao jornalista e crítico de arte da Folha, Silas Marti, aparece no título do texto: “Os pobres (brasileiros) só querem um abraço”.

Philips relata que a autocomparação feita pela socialite com a ex-primeira dama argentina, Eva Perón (1919 – 1952), “causou ira no país, por conta do tom condescendente em relação à situação vivida pela classe trabalhadora”.

Em seguida, o correspondente transcreve alguns comentários que pipocaram no Twitter após a publicação da entrevista, e que mostram a incredulidade com que muitos, como o jornalista Xico Sá, encararam as palavras da mulher de Doria. “Parabéns ao ghost writer que escreveu as respostas da Bia Dória na entrevista. (…) Isso não pode ser real”, tuitou Sá.

Comentários

Comments are closed.