Manual da Redação orienta a jornalistas corrigir erros com rapidez e transparência

treinamento

Entre as orientações do Manual da Redação da Folha está a de corrigir erros com rapidez e sem hesitação.

Todos os dias desde 1991, essas correções são publicadas na seção Erramos. A Folha foi o primeiro jornal do país a criar um espaço fixo diário com essa finalidade, e continua sendo um dos únicos grandes veículos nacionais a adotar uma política de correção sistemática.

O erro é algo insuperável na prática do jornalismo diário, uma vez que faz parte de sua natureza não conseguir abarcar o mundo em sua totalidade, segundo o secretário de Redação Vinicius Mota. “É possível diminuir o número de erros, torná-los menos importantes, mas evitar, nunca”, diz.

Diante dessa realidade, a Folha se compromete em retificar os equívocos da Redação com prontidão e transparência, prática que reflete os princípios editoriais do jornal e “gera confiança e um compromisso de longo prazo com os leitores”, como explica Vinicius.

A pressa, a desatenção e a falta de conhecimento são alguns fatores típicos do jornalismo diário que podem induzir os profissionais a cometer deslizes. Em março, um artigo do Wall Street Journal precisou ser retificado ao afirmar que o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, havia dito que Moisés tirou água do Iraque. Na verdade, de acordo com o Velho Testamento, ele tirou água de uma rocha, em uma época em que o Iraque sequer existia.

Em casos de erros graves de informação, a correção pode até ser objeto de nova reportagem. Foi o que aconteceu com a história da “megagrávida de Taubaté”, cuja suposta gestação de quadrigêmeos, divulgada pela Folha em 2012, se revelou uma mentira.

Publicado desde 1984, o Manual da Redação da Folha (ed. Publifolha, 488 págs., R$ 67,30) tem sua nova edição dividida em quatro partes. A primeira tem o Projeto Editorial do jornal; a segunda, as normas éticas e práticas para a atuação jornalística; a terceira, as regras de estilo e padronização da escrita; na quarta, os anexos temáticos que reúnem informações básicas sobre assuntos do noticiário.