Organização lança guia para auxiliar jornalistas na cobertura de drogas

A organização civil Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD), que promove políticas baseadas na defesa dos direitos humanos, lançou, em 1º fevereiro, um guia para auxiliar jornalistas na cobertura de temas relacionados a drogas.

Desenvolvido em parceria com o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e com a empresa Catalize Comunicação Social, o material tem o objetivo de facilitar e orientar o processo de apuração dos profissionais.

Organização lança guia para auxiliar jornalistas na cobertura de drogas (Reprodução/PBPD)

Para isso, ele conta com um glossário com cerca de 200 verbetes para consulta, explicando alguns dos termos mais usados pela imprensa quando se trata do assunto. Organizadas em ordem alfabética, estão desde expressões mais informais até conceitos utilizados nos meios científico e jurídico.

Em sua segunda parte, o guia traz fichas explicativas sobre 13 drogas lícitas e ilícitas: álcool, ayahuasca, anfetaminas, cocaína, crack, cafeína, ecstasy, inalantes, LSD, maconha, opioides, sedativos e tabaco. São apresentados mitos e verdades sobre os efeitos das substâncias e os padrões de consumo, além de dados e infográficos informativos.

O material pode ser consultado gratuitamente neste link.