Programa de residência em Harvard aceita inscrições de jornalistas

O programa de bolsas Joan Shorenstein, da Universidade de Harvard, leva jornalistas, políticos, acadêmicos e legisladores para realizarem uma residência de um semestre na instituição.

Os participantes deverão desenvolver pesquisas sobre temas relacionados a mídia e políticas públicas, que serão publicadas no final do programa. Durante o processo, eles também serão incentivados a dividir os resultados parciais de seus projetos com os outros colegas.

Campus da Universidade de Harvard (Divulgação/Harvard)

A bolsa oferece auxílio financeiro no valor de U$ 30 mil (R$ 98,8 mil), mas não cobre os gastos envolvidos com viagem e acomodação. Um escritório equipado com computador e telefone no campus da universidade também será disponibilizado para os residentes.

No caso de jornalistas, são elegíveis repórteres, editores e produtores fluentes em inglês que tenham no mínimo cinco anos de experiência na imprensa. Interessados que já tenham participado de algum programa de bolsas nos dois anos anteriores serão desconsiderados.

As inscrições para os programas do segundo semestre de 2018 e do primeiro semestre de 2019 estão abertas até 1º de fevereiro. Mais informações estão disponíveis no site.