Bolsa permite que jovens jornalistas trabalhem nos Estados Unidos

Por treinamento

A bolsa de jornalismo da Scripps Howard Foundation, concedida em parceria com a sucursal de Washington do Scripps News/Newsy e com a organização de jornalismo independente ProPublica, está com as inscrições abertas até 15 de dezembro.

Buscando criar lideranças na indústria, a iniciativa permite que os participantes passem um ano trabalhando na Redação de uma das duas organizações parceiras, nos Estados Unidos. O programa acontece entre junho de 2018 e junho de 2019 e paga uma quantia de U$ 50 mil (R$ 165 mil), além de benefícios.

Os candidatos podem escolher entre em cinco linhas de trabalho: jornalismo investigativo, jornalismo de engajamento, jornalismo de dados, storytelling multimídia e Redação 360, que propõe o envolvimento com diversas áreas de atuação dentro do jornalismo. Detalhes sobre cada modalidade estão disponíveis no site

US Capitol Building at dusk, Washington DC, USA

Durante o programa, também são oferecidas aos participantes sessões de orientação sobre carreira, liderança e empreendedorismo.

Os interessados, que podem ter formação universitária em qualquer área, precisam ter experiência profissional de no máximo cinco anos para serem elegíveis. A fundação aceita candidaturas internacionais, mas não promove auxílio para a obtenção de vistos de trabalho.

Para se inscrever, basta preencher o formulário on-line e enviar exemplos de trabalhos já publicados.