Instituto leva jornalistas para visitarem organizações internacionais de fact-checking

Por treinamento
O programa de bolsas da Rede Internacional de Verificação de Fatos (IFCN) do Instituto Poynter, que leva jornalistas de todo o mundo para visitas a organizações de fact-checking em outros países, está com as inscrições abertas.

São oferecidas duas bolsas de U$ 2,5 mil (R$ 7.873) para profissionais que já atuem em agências de verificações de fatos em seus países de origem. Freelancers que atuem na área, contanto que sejam experientes e tenham publicado trabalhos de checagem de informações, também podem se inscrever.

Rede Internacional de Verificação de Fatos leva jornalistas para visitarem organizações de fact-checking (Divulgação/Instituto Poynter)
O objetivo é que, através do programa, esses jornalistas possam aprender novas práticas para aplicarem no seu trabalho.

Para participar da seleção, o candidato precisa apresentar o nome da organização que pretende visitar, assim como um planejamento que especifique a duração da viagem, de no mínimo uma semana, e os objetivos que pretende alcançar durante a experiência.

Existe, no entanto, uma flexibilidade em relação aos detalhes das propostas, que dependerá da análise de cada caso. O dinheiro pode ser usado tanto para uma temporada de um mês para uma pessoa, quanto para uma estadia mais curta para um pequeno grupo, por exemplo.

No caso de projetos excepcionais que demandem uma verba maior, o instituto pode oferecer até U$ 5 mil (R$ 15.747).

As inscrições devem ser feitas por e-mail até dia 31 de agosto. Mais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site.