Prêmio Vladimir Herzog homenageia trabalhos sobre democracia, cidadania e direitos humanos

Por treinamento

O tradicional Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, que chega em sua 39ª edição em 2017, está com as inscrições abertas até o dia 31 de julho.

A iniciativa reconhece trabalhos que valorizam a democracia, a cidadania e os direitos humanos.

Cerimônia de entrega do 38º Prêmio Vladimir Herzog em 2016 (Divulgação/Instituto Vladimir Herzog)

Neste ano, serão seis categorias de avaliação: artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), fotografia, produção jornalística em texto, produção jornalística em vídeo, produção jornalística em áudio e produção jornalística em multimídia.

Os interessados podem candidatar-se no site. A exigência é que o trabalho anexado tenha sido publicado entre 1° de agosto de 2016 e 31 de julho de 2017.

Uma comissão julgadora composta por 18 profissionais – três para cada uma das categorias – analisará as obras, indicando três finalistas por modalidade. Os vencedores serão definidos pela comissão organizadora do evento e anunciados em sessão pública na Câmara Municipal de São Paulo, no dia 9 de outubro.

Os ganhadores de cada categoria receberão o troféu símbolo do prêmio, criado pelo artista plástico Elifas Andreato. A cerimônia de premiação, que acontece junto a uma roda de conversa com os homenageados, ocorrerá em 31 de outubro, no teatro Tucarena, em São Paulo.