Jornalista usa cartões-postais para informar comunidade sobre perigos da gentrificação

Por treinamento
O colombiano Jorge Caraballo Cordovez organizou um projeto de jornalismo por meio de cartões-postais, que foram distribuídos no bairro de maioria hispânica onde ele morava em Boston, nos Estados Unidos.

Um dos cartões-postais feitos pelo jornalista Jorge Caraballo Cordovez (Foto: Jorge Caraballo Cordovez/Divulgação)

 

Parte da iniciativa “Nuestra Casa, East Boston”, os cartões informavam a comunidade latina local sobre o fenômeno de gentrificação que acontece na região.

 

O formato foi escolhido por ser intimista e memorável. Na frente, eram estampadas fotos da vizinhança, enquanto a parte de trás continha as histórias das fotografias, assim como fatos sobre a questão da moradia em East Boston e as opções legais ao alcance daqueles em perigo de serem deslocados.

 

“É um projeto híbrido entre o jornalismo e o ativismo. O objetivo é mitigar a tensão causada pela crise de moradia com informações úteis para a população afetada”, diz a página de divulgação.

Cordovez desenvolveu a ação no primeiro semestre de 2017 como parte de seu curso na Northeastern University. Já formado, o jornalista retornou à Colômbia após ter produzido cerca de 5 mil cartões-postais.