‘Washington Post’ pede desculpas por erro no uso de símbolos

Por treinamento

O jornal americano “Washington Post Express”, versão gratuita do “Washington Post”, trocou as bolas e usou o símbolo do gênero masculino para ilustrar sua capa do último dia 5, sobre uma passeata de mais de 150 mil pessoas a favor dos direitos das mulheres em Washington. O evento acontecerá em 21 de janeiro, dia seguinte à posse de Donald Trump como presidente.

post express1
Versão errada e correta de capa do “Washington Post Express” (Foto: Divulgação)

A reação dos leitores nas redes sociais não demorou. O jornal apresentou um pedido de desculpas no Twitter: “Cometemos um erro na capa desta manhã e estamos muito embaraçados. Erroneamente,  usamos o símbolo do gênero masculino em vez do símbolo feminino.”

O “Express” postou a versão correta da capa e errata com a imagem certa na edição do dia seguinte.

Na rede social, parte dos usuários reagiu bem ao pedido de desculpas, mas muitos perguntaram como o erro teria ocorrido. O jornal não deu maiores explicações sobre o caso.

O “Express” existe desde 2003 e é distribuído em estações de metrô da capital americana Washington.

O erro do jornal também se tornou notícias em outros veículos, como a BBC e o “Huffington Post“.