Bolsa para monitoramento de liberdade de expressão na América está com inscrições abertas

Por treinamento

A CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) está com inscrições abertas para a bolsa Liberdade de Expressão Orlando Sierra. Jornalistas e advogados de países membros da OEA (Organização dos Estados Americanos) podem se inscrever até 11 de dezembro.

Os selecionados participarão do trabalho da Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão, desenvolvendo atividades de monitoramento da situação da liberdade de expressão no continente americano. O programa acontece a partir de 15 de fevereiro de 2017, em Washington, nos Estados Unidos, e tem duração de 11 meses.

cidh

A instituição oferece uma bolsa no valor de US$ 3.200 mensais (R$ 10.874), além de passagens aéreas de ida e volta para Washington. Após o término do programa, os bolsistas receberão um certificado de participação.

A bolsa faz parte de um projeto mais amplo que procura capacitar a sociedade civil para o monitoramento do direito à liberdade de expressão e para o uso de mecanismos do sistema interamericano de proteção aos direitos humanos.

Para se inscrever, é preciso ser jornalista ou advogado, com graduação concluída a partir de 2007, e ter fluência em espanhol e inglês. Os participantes também devem ter interesse comprovado na área de direitos humanos, especialmente nos campos de direito à liberdade de expressão e acesso à informação, e experiência de ao menos seis meses em temas relacionados ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos.

No ato da inscrição, os interessados precisam enviar o formulário de solicitação da bolsa preenchido, duas cartas de recomendação e um trabalho escrito sobre dois eventos ocorridos no continente americano em 2016 que tenham impactado o exercício da liberdade de expressão. Veja aqui a lista completa de documentos.
 
Os pedidos de bolsa devem ser enviado por e-mail para relatorialibertadexpresion@gmail.com.