Conheça novas ferramentas usadas pela imprensa na cobertura da Olimpíada do Rio

Por treinamento

Alguns jornais têm aproveitado a Olimpíada do Rio para lançar novidades na cobertura dos Jogos. Como a data do evento é divulgada anos antes de seu início e os riscos de surpresas são relativamente baixos, muitos periódicos aproveitam para planejar coberturas extensas e criar ferramentas interativas.

A fundação Nieman Lab, da Universidade de Harvard, listou algumas das iniciativas mais interessantes sobre o tema. Veja:

Jornal "Washington Post" criou gráfico que compara tamanho de equipamentos de diferentes esportes (Reprodução/The Washington Post)
“Washington Post” criou gráfico que compara tamanho de equipamentos de diferentes esportes (Reprodução/The Washington Post)

“The New York Times”

Mensagens de texto

O jornal está enviando diariamente a seus leitores mensagens de texto personalizadas, com fotos, GIFs e emojis sobre destaques do evento.

Páginas interativas

O “Times” criou páginas interativas sobre quatro atletas, que exploram as razões por que eles conseguem se sobressair em seus esportes.

GIFs

O jornal usou animações para contornar a proibição da utilização de GIFs por usuários não-autorizados, determinada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional).

“The Washington Post”

Uso de “bots”

O “Post” está usando “bots” (sistemas que simulam ações humanas) para escrever as notícias mais simples sobre a Olimpíada, como atualização de medalhas e resultados de competições, em redes sociais.

Escala dos esportes

Para facilitar a compreensão, o jornal também criou um gráfico interativo que permite comparar as dimensões dos equipamentos e quadras usados em diferentes esportes.

“The Guardian”

Alertas

O jornal está fazendo experimentos com alertas sobre resultados olímpicos, disponibilizando novas opções como placares diários de medalhas, alertas personalizados para países específicos, pesquisas e quizzes.

Podcast interativo

O “Guardian” também criou um podcast que encoraja os participantes a correrem a distância da maratona do Rio ao longo de toda a Olimpíada. Conforme o usuário vai completando o caminho, recebe informações sobre o Rio, os Jogos e dicas sobre corrida.

“The Wall Street Journal”

Atleta de poltrona

O jornal lançou uma série de minigames que testam as habilidades dos usuários em desafios para definir sua capacidade de reação em uma largada ou acertar o espaço de tempo entre uma remada e outra, tudo feito no conforto de casa.