‘Judô será fiel da balança para o Brasil’, diz editor de ‘Esporte’ da Folha

Por treinamento
O editor de “Esporte” da Folha, Naief Haddad, afirma que o judô será a modalidade que definirá o sucesso do Brasil na Olimpíada do Rio.

O editor deu palestra a profissionais do jornal no dia 13 de julho, a 23 dias da abertura do evento. No encontro, ele destacou as modalidades a que os repórteres devem prestar maior atenção na competição, por terem o Brasil entre os favoritos.

O judô historicamente é o esporte que rendeu mais medalhas ao Brasil nas Olimpíadas, com 19 pódios em todas as edições até hoje. Na competição deste ano, estarão em jogo 14 medalhas de ouro, 14 de prata e 28 de bronze.

Atleta do judô Sarah Menezes segura medalha de ouro conquistada na Olimpíada de Londres (Foto: Paul Sancya 28.jul.2012/AP)
Judoca Sarah Menezes com medalha de ouro conquistada na Olimpíada de Londres (Foto: Paul Sancya 28.jul.2012/AP)
Por isso, ele será “o fiel da balança para o nosso número de medalhas”, segundo Haddad, que disse que o sucesso no esporte deverá ser essencial para que o país alcance a meta estabelecida pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil) de ficar entre os 10 primeiros países no ranking de medalhas.

A Folha prevê um total de 26 medalhas para o Brasil, entre todos os esportes, seis delas de ouro, afirma o editor. Na comparação com os últimos resultados olímpicos, esse número deixaria o Brasil abaixo da meta.

Em Londres, por exemplo, com esse número de pódios o país teria ficado na 13ª colocação, se consideradas apenas as medalhas de ouro, e no 11º lugar levando em conta o total de medalhas.

Na avaliação de Haddad, além do judô, o país tem boas chances de conquistar o ouro no vôlei feminino de quadra, de praia (masculino e feminino), na vela, na ginástica (com Arthur Zanetti), futebol masculino (outras seleções estão desfalcadas, como a Argentina sem Messi) e na canoagem (com Isaquias Queiroz).

Modalidades como natação e atletismo, apesar das chances menores de pódio para o Brasil, também deverão ser prioridade, devido à sua grande importância dentro do evento, disse o editor.

No on-line, o live da Folha com detalhes sobre os jogos ficará em funcionamento entre as 9h e a 1h durante a competição, já que algumas das modalidades terminarão regularmente nesse horário.