Equipe do ‘Boston Globe’ ajuda na entrega do jornal de domingo

Por treinamento

Vários assinantes do “Boston Globe” foram surpreendidos neste domingo (3) ao notar que quem estava entregando o jornal em sua casa também havia produzido as notícias.

Cerca de 200 empregados do veículo norte-americano passaram a noite em claro ajudando na entrega da edição dominical, depois de uma série de manifestações de assinantes insatisfeitos.

A empresa trocou de distribuidora em 28 de dezembro, após pesquisa mostrar que metade dos leitores que haviam cancelado sua assinatura tinham culpado problemas na entrega.

A nova responsável, ACI Media Group, ainda não havia conseguido contratar entregadores suficientes e teve problemas com o software de roteamento. Segundo o “Globe”, estavam dando conta de 95% das assinaturas (o jornal tem 115 mil assinantes de dia de semana e 205 mil dominicais). A repórter Beth Healy, então, mandou um e-mail em massa para encontrar colegas dispostos a se voluntariar.

Ela diz ter ficado impressionada com o número de respostas positivas. Editores, repórteres, produtores de conteúdo on-line e profissionais de marketing foram orientados a estar em um dos três centros de distribuição à meia-noite de sábado para domingo. “Levem lanternas e um GPS,” dizia a carta.

O CEO do “Boston Globe”, Michael Sheehan, diz ter entregue ele mesmo 376 edições, e notado em primeira mão os problemas de rota do sistema do ACI. “Acabei sendo direcionado para a mesma rua quatro vezes,” conta.

“Sem dúvida foi uma experiência que criou vínculos entre a Redação,” diz Nicole Dungca, repórter de transportes. “Foi bastante incrível que tantas pessoas estavam dispostas a deixar de dormir por se importar tanto com nossos leitores”.