Novo em Folha

Programa de Treinamento

 -

O blog é uma extensão do Programa de Treinamento em Jornalismo da Folha. É produzido pela equipe da Editoria de Treinamento, pelos trainees e por outros colaboradores da Redação da Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Prova on-line seleciona 325 candidatos a trainee da Folha; veja o gabarito

Por treinamento

O primeiro filtro já passou: a prova on-line, etapa nº 1 da seleção dos trainees da Folha, selecionou 325 candidatos dos mais de 3.000 que se inscreveram para o 60º Programa de Treinamento em Jornalismo Diário.

No próximo dia 29, os aprovados farão uma segunda prova, presencial, em sete cidades.

Com 60 questões de múltipla escolha e uma dissertativa, a prova online foi aplicada entre 31/10 e 2/11, e devia ser realizada em até três horas e meia. Confira a seguir o gabarito (as alternativas certas estão em negrito).

*

CONHECIMENTOS GERAIS

1) (Simulado Anglo – adaptada) A Constituição de 1988 estabelece que o Brasil é um Estado republicano, federativo e presidencialista, sob regime democrático, com Parlamento bicameral representativo da população e das unidades da União. Isso quer dizer que:
a) o presidente da República é o chefe de Estado, o presidente do Congresso é eleito pelo Senado Federal, e os deputados federais representam os governadores de Estado.
b) o presidente exerce o Poder Executivo, os Estados são autônomos e representados no Congresso pelos senadores, enquanto a Câmara dos Deputados representa a população.
c) o presidente e os governadores dos Estados são eleitos por via direta, e as duas câmaras do Congresso representam a população, com número de parlamentares proporcional ao de habitantes de cada unidade federativa.
d) o presidente exerce o Poder Executivo, os Estados são subordinados ao Senado Federal, e os deputados federais representam a União Federativa.
e) a União é o conjunto dos Estados subordinados ao presidente da República, o Senado representa a população, e a Câmara dos Deputados representa os governadores estaduais.

 

2) Assinale a alternativa que lista somente ministros que trocaram de pasta na última reforma ministerial:
a) Aldo Rebelo, Ideli Salvatti, Jaques Wagner e Cid Gomes.
b) Aldo Rebelo, Aloizio Mercadante, Jaques Wagner e Ricardo Berzoini.
c) Aloizio Mercadante, Helder Barbalho, Jaques Wagner e José Eduardo Cardozo.
d) Aldo Rebelo, Miguel Rosseto, Nilma Lino e Michel Temer.
e) Aloizio Mercadante, Nilma Lino, Arthur Chioro e Edinho Silva.

 

3) Nos últimos 50 anos, dois presidentes brasileiros tiveram seus mandatos ameaçados por pedidos de impeachment levados ao plenário da Câmara dos Deputados: Getúlio Vargas, em 1954, e Fernando Collor, em 1992. Apenas o segundo caiu. Sobre este episódio, assinale a alternativa correta:

I. Apesar de ter uma ampla base no Congresso, Collor acabou isolado por se recusar a entregar ministérios aos partidos aliados.
II. Embora não houvesse indícios de seu envolvimento, Collor foi acusado de ter favorecido o esquema de corrupção articulado por seu ex-tesoureiro de campanha, Paulo César Farias.
III. Houve grandes manifestações de rua, marcadas pela presença dos chamados caras-pintadas, que exigiam a abertura de uma CPI para apurar as denúncias de corrupção.
IV. O processo de impeachment não chegou a ser concluído, pois às vésperas de seu julgamento no Senado, Collor renunciou.

a) Somente I e II estão corretas.
b) Somente I, II e III estão corretas.
c) Somente II, III e IV estão corretas.
d) Todas as afirmações estão corretas.
e) Nenhuma das afirmações está correta.

 

4) A presidente Dilma Rousseff, ex-integrante da luta armada, se emociona durante a entrega do relatório da Comissão Nacional da Verdade, que investigou crimes de tortura praticados durante a ditadura militar. Sobre a luta armada é correto afirmar que:
a) os jovens que tomavam parte em organizações clandestinas queriam combater a ditadura em nome de ideais democráticos.
b) contava com o apoio do Partido Comunista Brasileiro e recebia apoio financeiro de Moscou.
c) foi uma resposta ao endurecimento do regime, passando a existir somente após o AI-5, baixado em dezembro de 1968.
d) foi uma estratégia deflagrada antes do AI-5, sob a influência do sucesso da revolução cubana, que influenciou grande parte da América Latina.
e) As respostas “2” e “3” estão corretas.

 

5) Sobre o filme “Que Horas Ela Volta?”, lançado neste ano, é correto afirmar que:
a) teve grande repercussão no Brasil por questionar o vestibular das grandes universidades públicas e a política de cotas.
b) foi a primeira produção nacional indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro desde Central do Brasil (1998).
c) seu enredo enfoca o machismo no cinema brasileiro, com episódios de discriminação sofridos pela própria cineasta, Anna Muylaert.
d) problematiza as relações entre empregados domésticos e seus patrões, revelando um intricado conflito de classes.
e) atraiu a atenção de público e crítica só depois que Regina Casé ganhou o prêmio de melhor atriz pelo filme em um festival europeu.

 

6) Criada com a missão de garantir a paz, a segurança e os direitos e liberdades fundamentais, a ONU (Organização das Nações Unidas) completa 70 anos em 2015. Sobre seu papel na atualidade, é correto afirmar:
a) está perdendo protagonismo e relevância para resolver conflitos armados, como os da Ucrânia, da Síria e do Iraque, em grande parte pela falta de consenso entre os membros do Conselho de Segurança.
b) está cada vez mais fortalecida, participando ativamente de missões pacificadoras, como a do Haiti, e em negociações diplomáticas, como a que defende o reconhecimento de um Estado Palestino.
c) tem recebido duras críticas devido à estrutura engessada de seu Conselho de Segurança, que não tem entre seus membros permanentes países que hoje têm enorme peso político, como Japão, Alemanha e Reino Unido.
d) está tendo uma posição preponderante na mediação do conflito entre israelenses e palestino neste ano, em especial devido à atuação do secretário-geral Ban Ki-Moon em defesa das crianças palestinas.
e) está fazendo uma profunda reforma em sua estrutura, a qual irá incorporar, até 2020, mais seis vagas permanentes no Conselho de Segurança, para Japão, Alemanha, Brasil, Índia, África do Sul e Egito.

 

7) Nas últimas décadas, a influência de grupos fundamentalistas islâmicos aumentou tanto no Oriente Médio como na África. Assinale a alternativa que relaciona corretamente os grupos com as descrições:

I. dissidência da Al-Qaeda, cresceu no Iraque em meio ao vácuo de poder criado pela retirada militar dos EUA, e na Síria, em meio à atual guerra civil.
II. grupo muçulmano extremista, atuante no Norte da Nigéria, região em que a maior parte da população vive na pobreza.
III. grupo radical islâmico que controla a Faixa de Gaza, convoca apoiadores a atacar israelenses.
IV. surgiu na Somália e tem a pretensão de implantar um governo islâmico radical na região que compreende o Chifre da África.
V. grupo político-religioso influente no Afeganistão e no vizinho Paquistão, quer impor a sharia, a lei islâmica, nesses territórios.

a) Estado Islâmico, II. Boko Haram, III. Fatah, IV. Al Shabab e V. Taleban.
b) Estado Islâmico, II. Al Shabab, III. Hamas, IV. Boko Haram e V. Taleban.
c) Estado Islâmico, II. Boko Haram, III. Hamas, IV. Al Shabab e V. Taleban.
d) Taleban, II. Boko Haram, III. Estado Islâmico, IV. Al Shabab e V. Hamas.
e) Taleban, II. Boko Haram, III. Hamas, IV. Al Shabab e V. Estado Islâmico.

 

8) Após as eleições presidenciais deste ano, chegarão ao fim 12 anos de kirchnerismo, em que a Argentina foi governada pelo casal Néstor (1950-2010) e Cristina Kirchner. Assinale a única alternativa a seguir que NÃO apresenta marcas do período kirchnerista:
a) superação da grave crise econômica de 2001, com a renegociação da dívida externa junto ao Fundo Monetário Internacional.
b) confrontação permanente com setores críticos ao governo, como meios de comunicação, grandes produtores rurais e Igreja Católica.
c) embates com a Justiça, como no caso Nisman, em que Cristina e parte de sua cúpula foram acusados de envolvimento na morte de um promotor.
d) crescente inflação e instabilidade monetária, agravadas pela maquiagem de dados oficiais.
e) aumento acentuado da pobreza, com a supressão de diversos programas sociais.

 

9) QUASE 80% DOS ATAQUES RUSSOS NA SÍRIA NÃO SÃO EM ÁREAS EM MÃOS DO EI
“Uma análise feita pela agência de notícias Reuters a partir de dados do Ministério da Defesa da Rússia mostrou que cerca de 80% dos ataques russos na Síria foram em áreas que não estão sob controle do Estado Islâmico.
O estudo vai contra as afirmações de Moscou de que seu objetivo com esses ataques é derrotar a milícia radical islâmica.
A maioria dos ataques, de acordo com a análise, foi em áreas controladas por outros grupos contrários ao ditador Bashar al-Assad, que incluem ramificações da Al Qaeda, mas também combatentes apoiados por Washington e por seus aliados. (…)
Os dados apoiam afirmações (…) de que a intervenção da Rússia na Síria, a sua maior missão militar no estrangeiro desde o colapso da União Soviética, tem o objetivo de sustentar Assad.” (Folha – 21/10/2015)

Qual seria o interesse da Rússia em sustentar o governo do ditador Bashar al-Assad?
a) Garantir a segurança nacional, já que milhares de combatentes da extinta URSS estariam hoje enfrentando as tropas governistas na Síria.
b) Coibir a ação de grupos terroristas, ameaça em potencial para a Rússia, devido à sua proximidade geográfica com a Síria.
c) Recuperar a posição de potência mundial, tanto política como militar, que teve durante a Guerra Fria, ocupando espaços estratégicos no Oriente Médio e antagonizando com os EUA.
d) Aproximar-se da Síria, país que tem uma das maiores reservas de petróleo do mundo e que pode fornecê-lo a preços favoráveis para a Rússia com o fim da guerra.
e) Ampliar sua influência no Oriente Médio, forçando o EUA a retirar as sanções econômicas impostas à Rússia desde a anexação da Crimeia.

 

10) Em outubro, o papa Francisco pediu aos 253 bispos de todo o mundo, que se reuniam em Roma para o sínodo sobre a família, que colocassem seus preconceitos de lado e tivessem a coragem e a humildade para serem guiados pelas “surpresas” de Deus. Foi uma proposta do pontífice para reformar a doutrina católica em relação à família:
a) o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
b) a mudança das regras que proíbem católicos que se casaram novamente de receber a comunhão.
c) o fim do celibato, com permissão para que padres e freiras constituam família.
d) o acolhimento de fiéis que se declarem homossexuais e que queiram adotar crianças.
e) a obrigatoriedade de denunciar padres acusados de pedofilia ou abuso sexual à Justiça.

 

11) Neste ano comemoraram-se os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. Sobre a participação do Brasil no conflito, identifique a afirmação CORRETA:
a) O país só enviou soldados para o front quando a guerra já estava decidida a favor dos Aliados, o que evitou a participação dos pracinhas em batalhas de verdade.
b) O Brasil, como sempre, esteve alinhado aos interesses dos Estados Unidos, que lideraram as forças aliadas desde o primeiro momento.
c) Getúlio Vargas emitiu sinais ambíguos sobre a posição brasileira, oscilando entre o apoio ao Eixo e aos Aliados, o que permitiu que a adesão às forças antinazistas tivesse a contrapartida do financiamento, por parte dos EUA, de uma importante indústria siderúrgica no Brasil.
d) A poderosa marinha nazista recebeu ordens de Hitler para poupar navios brasileiros numa tentativa de atrair o apoio de Getúlio Vargas.
e) Todas as anteriores.

 

12) Sérgio Buarque de Holanda é considerado um dos grandes intérpretes do Brasil surgidos nos anos 30. Sobre o autor, é certo afirmar que:
a) ele só teria a sua produção intelectual reconhecida nos anos 60, depois que Chico Buarque, seu filho, fez sucesso nos festivais de música popular brasileira.
b) em seu principal livro, “Raízes do Brasil”, ele formula o conhecido conceito de “homem cordial” como um elogio à natureza afável do brasileiro.
c) sua obra forneceu a base teórica para o movimento comunista brasileiro, tendo influenciado inclusive a ideologia de seu filho mais famoso.
d) seu protagonismo em 1980, como membro-fundador do PT, foi uma decorrência lógica de sua longa militância na esquerda brasileira.
e) Nenhuma das anteriores.

 

13) A inflação está de volta ao noticiário, mas muito longe do fenômeno da hiperinflação que marcou a segunda metade dos anos 80 e a primeira metade dos anos 90. Essa hiperinflação foi derrotada:
a) pelo Plano Real, no governo Itamar Franco.
b) pelo Plano Real, no governo Fernando Henrique Cardoso.
c) pelo congelamento de preços.
d) com a ajuda de uma âncora cambial que sobrevalorizou a moeda brasileira.
e) As respostas “1” e “4” estão corretas.

 

14) Sobre empreendedorismo, assinale a alternativa correta:
a) Para enfrentar a dura crise econômica de 2014, a Espanha investiu em programas de apoio ao pequeno empreendedorismo.
b) A Europa precisa acreditar mais no empreendedorismo, porque, na maioria dos países, a pequena empresa é responsável por apenas 10% do PIB.
c) No Brasil, as pequenas e microempresas respondem por 70% do PIB.
d) Na Itália, as pequenas empresas são incentivadas a participar de consórcios para ganharem força.
e) No Brasil, não falta crédito às pequenas e microempresas, mas elas são pouco estruturadas.

 

15) João Goulart tomou posse como presidente em 7 de setembro de 1961:
a) com o apoio das forças militares, como indica a fotografia.
b) com poderes limitados.
c) depois de derrotar o parlamentarismo em plebiscito.
d) depois do impeachment de Janio Quadros.
e) e completaria o mandato de Janio Quadros.

 

16) O recente afogamento do menino Alan Kurdi, cujo corpo fotografado na praia chocou o mundo, e as notícias de centenas de pessoas que neste ano morreram tentando atravessar o Mediterrâneo chamaram a atenção da opinião pública para a crise migratória na Europa.
Que fatores têm provocado essa onda migratória? Marque a resposta ERRADA.
a) Instabilidade política em países que foram palco da Primavera Árabe.
b) Temor de que o levante palestino contra Israel se intensifique e leve violência aos países da região.
c) A guerra civil na Síria, que já dura quatro anos.
d) A atuação do Estado Islâmico.
e) Crise econômica em países do norte da África e na Síria.

 

17) O Holocausto –o extermínio de 6 milhões de judeus pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial– vem sendo objeto de tentativas de revisionismo. Sobre esse tema, qual afirmação é FALSA?
a) O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, disse que foi um líder islâmico, Amin al-Husseini, e não Hitler, quem concebeu a Solução Final.
b) A primeira-ministra alemã, Angela Merkel, respondeu reafirmando que os nazistas foram os responsáveis pelo Holocausto.
c) Um dos objetivos da negação do genocídio é minar a base moral sobre a qual foi criado o Estado de Israel.
d) A insuficiência de documentação impede que os historiadores possam determinar com segurança até que ponto o Holocausto teria ou não sido um mito, o que explica a divergência entre os dois líderes citados.
e) As primeiras tentativas de negar o Holocausto datam dos anos 60, quase duas décadas após o fim da Segunda Guerra.

 

18) Com o início da campanha para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, já é possível fazer um balanço dos dois mandatos de Barack Obama. Na política externa, sua administração tomou algumas iniciativas. Assinale a alternativa CORRETA:
a) Anunciou o adiamento da retirada das tropas americanas no Afeganistão, após 14 anos de guerra, para tentar conter os avanços da guerrilha do Taleban.
b) Fechou acordo com o presidente Wladimir Putin, da Rússia, sobre o papel do ditador Bashar al-Assad, o que levou ambos a autorizar intervenção militar na Síria.
c) Tentou, sem êxito, um acordo nuclear com o Irã.
d) Fechou a prisão de Guantánamo, compromisso assumido no início de seu governo.
e) Promoveu a reaproximação diplomática com Cuba, com a imediata suspensão do embargo econômico.

 

19) O termo “bolivarismo”, ou “bolivarianismo”, entrou para o léxico político brasileiro como forma pejorativa de qualificar governos de esquerda da América Latina. A expressão tem origem no nome do general Simon Bolívar (1783-1830). Sobre o herói popular e o adjetivo baseado em sua trajetória é correto afirmar que:
a) Bolívar foi um líder comunista intuitivo, pois morreu sem tomar conhecimento da obra de Karl Marx, seu contemporâneo.
b) Bolívar, nascido em Caracas, é indevidamente considerado líder do movimento de independência também da Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.
c) sua figura histórica foi apropriada por Hugo Chávez, que até mudou o nome do seu país para República Bolivariana da Venezuela.
d) a retórica bolivariana foi incorporada por José Mujica, ex-presidente do Uruguai, que a usou para justificar a liberação da maconha no país.
e) Nenhuma das anteriores.

 

20) Apesar da recente desaceleração, a China ainda é um motor da economia mundial. Que fatores influenciam esse desempenho? Marque a alternativa INCORRETA:
a) A manutenção de um câmbio desvalorizado, o que estimula as exportações do país.
b) A existência de farta mão de obra barata, o que viabiliza produtos mais competitivos.
c) A introdução, no final dos anos 70, de uma economia de mercado socialista, também chamada de capitalismo de Estado.
d) A superação de dogmas comunistas em favor do pragmatismo.
e) A política do filho único, que ajuda a conter a pobreza provocada por famílias com muitos filhos para alimentar.

 

PORTUGUÊS

 

1) Assinale a alternativa em que a indicação de tempo esteja gramaticalmente correta:
a) O último recurso consistia em pedir à Corte Administrativa de Jacarta que reveja decisão do presidente Joko Widodo de negar clemência ao brasileiro Rodrigo Gularte.
b) É de justiça dizer que as medidas anunciadas antes da posse dos novos ministros estavam no “forno” há algum tempo.
c) Por volta das 3h30, dois postos de combustível localizados na avenida Hélio Pellegrino e na rua Ribeirão Claro, na Vila Olímpia, funcionavam a mais de oito horas com geradores devido à falta de luz.
d) A referência é ao atual presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado por um delator da Operação Lava Jato de receber US$ 5 milhões em propina.
e) A dois meses do que seria a última eleição indireta para a Presidência, ele proclamou: “Teremos de lançar os alicerces da Nova República”.

 

2) Considerando a norma culta da língua, assinale a alternativa correta quanto ao emprego dos pronomes:
a) Ela sabe que o país está dividido; está dividido, sobretudo, por ela, Dilma, que, em seus comícios no Nordeste, provocou essa divisão. Todos ouviram e viram, na televisão, ela afirmar que Aécio considerava o Nordeste uma região de ignorantes.
b) Ele se arrependeu e acabou contando tudo à ex-namorada, que lhe perdoou.
c) O otimismo com que entrou na disputa fez ela se despir logo da imagem um tanto messiânica, quase de santa, que assumiu em público.
d) Ele é contestado na Justiça devido à alteração de 2011, que o permitiu concorrer ao terceiro mandato.
e) Assim a pequena refugiada do Saara Ocidental se dirigia a Paqui Godoy, que lhe recebera na Espanha como parte do projeto Férias em Paz.

 

3) Assinale a alternativa correta quanto ao emprego do acento grave, indicador da ocorrência de crase:
a) Foi assim que, em poucos meses, perdeu seu grande mentor, que preferia à perfeição o dinheiro rápido.
b) Novo ministro da Fazenda assumiu o posto fazendo críticas veladas a equipe de seu antecessor, Guido Mantega.
c) Enquanto o primeiro põe a prova a engenhosidade tectônica e espacial de Bucci, o segundo é mais uma demonstração da habilidosa pesquisa de transparências de Morettin.
d) Cada vez mais me convenço de que essas reformas precisam ser feitas à jato, em início de mandato, para aproveitar o capital político adquirido nas urnas.
e) A candidata do PSB, que por um longo tempo esteve bem a frente de Aécio nas pesquisas, anunciou uma nova promessa, três dias antes da eleição, a de pagar um 13º aos beneficiários do Bolsa Família.

 

4) Assinale a alternativa correta quanto ao emprego do acento grave, indicador da ocorrência de crase:
a) A única vitória da empresa de Neymar até agora foi decisão que impede o Porsche do jogador de ir à leilão até que haja a decisão final por parte da Justiça.
b) Em março de 2013, os moradores das ilhas, chamados de “kelpers”, votaram em um referendo para dizer à qual nação queriam pertencer.
c) Segundo a investigação, a qual a Folha teve acesso, os envolvidos são acusados de peculato, lavagem de dinheiro e ocultação de bens.
d) Regime sírio recupera área próxima à Damasco, diz TV
e) Isso significa entrar em uma concessionária e sair de lá com um automóvel movido a eletricidade, o que é bem diferente de tentativas anteriores, como a do carro indiano Revai, que se revelaram mais um exercício de marketing do que alternativa real aos modelos a combustão.

 

5) Considerando a norma culta da língua portuguesa, assinale a alternativa correta quanto à concordância (verbal e/ou nominal):
a) Armados de pedaços de madeira, pedras e flechas, um grupo de 200 índios tentou invadir a Câmara dos Deputados.
b) Nenhum desses pareceristas de artes visuais de fato estão analisando os projetos.
c) Trata-se de equipamentos que dão ao passageiro a possibilidade de realizar sozinho o processo.
d) Os “signature strikes”, de que Micah Zenko fala, são ações cujo objetivo é identificar militantes com base em seu perfil, seus padrões de comportamento e suas redes de contatos – uma aplicação, com pena capital, da máxima “diga-me com quem andas, que te direi quem és”.
e) Na Grécia antiga, considerada clássica, não se usava cédulas de papel –e a urna eletrônica estava mais longe do que a constelação da Ursa Maior.

 

6) Considerando a norma culta da língua portuguesa, assinale a alternativa correta quanto à concordância (verbal e/ou nominal):
a) Um terço dos eleitores não sabem o número de seu candidato.
b) A Polícia Militar usou spray de pimenta para conter os índios, que arremessaram objetos contra o vidro de uma das portarias que dá acesso à entrada principal da Câmara.
c) As empreiteiras Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia, além da construtora do grupo Camargo Corrêa, são alvo da operação Lava Jato.
d) Os paulistas querem viver em segurança, e para isso nada contribui as reiteradas evasivas do governo estadual.
e) Parece que, nos EUA contemporâneo, essa terceira guerra está sendo perdida.

 

7) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta da língua, não haja impropriedade gramatical:
a) Fazem três meses desde o início da greve nas federais. Apesar da paralisação continuar firme em 47 universidades e do conjunto de mobilizações, Dilma não deu qualquer sinalização aos docentes e servidores técnicos.
b) Paulo Maluf adora contar uma piada em que duas portuguesas reclamam de seus maridos. Maria diz que Manoel já não lhe procura à noite, como fazia na juventude. Joana diz que seu caso é ainda pior: “O Joaquim não me bate mais”.
c) O cineasta Fernando Meirelles vê uma “crise de público” no cinema nacional. Se antes faltava meios para produzir, hoje o problema é encontrar onde exibir tanto filme.
d) A emblemática bala Juquinha, que tem impressa nas embalagens o rosto de um garoto sorridente, deixou de ser produzida.
e) Também o dólar neozelandês, a rupia indonésia, o won coreano e o rublo russo apanharam.

 

8) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta, não haja impropriedade gramatical:
a) Se não fosse a Revolução Russa (1917), não existiria “bloody mary”. Pelo menos é o que se conta no lendário Harry’s New York Bar, em Paris, onde se acredita que tenha surgido esse clássico da coquetelaria.
b) Cabut era um dos mais famosos cartunistas franceses e foi chamado de “o melhor jornalista da França” pelo diretor de cinema Jean-Luc Godard. Seu personagem mais conhecido é Mon Beauf (Meu caipira, em tradução livre), que transformou-se em sinônimo de francês racista ou sexista.
c) Existe uma verdade mais básica que tornou possível todas essas possibilidades.
d) De 2010 até outubro de 2014, a estatal subsidiou o consumidor brasileiro ao vender gasolina mais barata do que no exterior.
e) A versão é mais importante do que o fato simplesmente porque não há fato. Tudo resume-se à correlação de forças.

 

9) Assinale a alternativa em que não ocorra pleonasmo e/ou redundância:
a) Num país com a matriz energética dominada pela fonte hidráulica, a água constitui o elo de ligação entre duas crises, a de abastecimento hídrico e a do combalido sistema elétrico.
b) Moradores do condomínio tentaram salvar a criança, que foi levada ao pronto-socorro do Hospital Sapopemba, mas ela não resistiu e morreu.
c) Empresários fazem investimentos na abertura de shoppings, teatros e restaurantes numa espécie de bairro planejado na zona oeste da cidade, o Jardim das Perdizes.
d) “Hoje, nós queremos exibir a micronatureza”, disse Balian, que acredita que a importância dos micróbios nos nossos dias atuais tem sido subestimada desde que, no século 17, o cientista holandês Antonie van Leeuwenhoek viu as criaturas microscópicas.
e) “Recebemos um grupo de jogadores que atuaram em grande número de partidas na temporada. Os testes serão feitos para analisar as necessidades individuais de cada atleta. De forma geral, o time não chegou desgastado”, disse Carlos Alberto Parreira.

 

10) Considerando o registro culto da língua, assinale a alternativa correta quanto à regência verbal e/ou nominal (comportamento de verbos e nomes em relação a seus complementos):
a) Ana Caroline foi filmada por quase todas as TVs. Quando o ônibus passou, sem que Luciano Huck a notasse, ela chorou diante do público que a assistia, coroando a performance. No dia seguinte, contou por telefone, eufórica: “Estou famosa!”.
b) “Temos também o caso de uma vítima que relatou ter sido abusada em 1961, o que nos leva a crer que ele atua como pedófilo há mais de 50 anos impunemente”, disse o delegado.
c) O Datafolha ouviu 4.389 pessoas em 257 municípios. Quase metade delas afirmou ter assistido ao debate.
d) Os quatro últimos Super Bowls foram os programas de televisão mais assistidos de todos os tempos.
e) Na semana passada, a cantora Michelle Spinelli recebeu convidados no palco do Na Mata Café, no Itaim Bibi, no show de comemoração ao seu aniversário.

 

11) Contribui para a clareza e a fluência do texto a adequada correlação entre os tempos verbais empregados num período. Assinale a alternativa correta quanto à correlação de tempos verbais:
a) Guido Mantega, que ocupa o cargo há mais de oito anos, deixará a pasta. Ele foi nomeado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e recebeu aviso-prévio durante a campanha eleitoral, quando Dilma anunciou que ele não continuaria no cargo.
b) Mulheres, não sejam loucas. Hidrogel (ou qualquer outro produto semelhante) na bunda pode matar. Essa advertência deveria entrar automaticamente nos cérebros femininos cada vez que surgir no mercado a falsa promessa de um bumbum dos sonhos de forma fácil, sem malhação.
c) Não era apenas o medo dos nazistas que fez quase todo o mundo colaborar, era o fato de que a maioria esmagadora das pessoas concordava que os judeus não eram gente legal.
d) Se o governo limita as taxas de retorno nas concessões, os empresários tenderiam a direcionar recursos para outros tipos de investimento.
e) Caso opte por esse 4-3-3, o treinador teria dois atacantes rápidos, que se alternam em campo, e um centroavante (Guerrero) abastecidos por um meio de campo com dois volantes.

 

12) Assinale a alternativa em que não haja incorreção quanto à pontuação:
a) O psiquiatra Celso Lopes de Souza, usa uma frase do escritor Guimarães Rosa para lembrar que os jovens não precisam se cobrar tanto: “A verdade maior é que, às vezes, a gente afina e desafina.”
b) O interessante é que uma cultura que fez da dessacralização do sexo a sua obsessão, acabou com todas as obsessões.
c) O ministro das finanças britânico, George Osborne, destaca também, que todas as evidências internacionais sugerem que do esforço para reduzir o deficit orçamentário, 80% devem focar o corte dos gastos públicos e 20% a arrecadação de impostos.
d) No censo do IBGE de 2010, a maioria dos brasileiros (64%, ou seja, 123 milhões), diz ser “católica apostólica romana”.
e) Por favor, mantenha aberta a lista, pois novas falcatruas virão à tona.

 

13) Assinale a alternativa em que não haja erro de grafia:
a) Veio-me logo à cabeça a frase de Dante, “Abandone qualquer esperança você que entra”, que encima a porta do inferno.
b) Todo o mundo me olhava de cara feia. Foi aí que eu percebi que estava com o “bottom” de outro candidato!
c) A causa de sua morte, ocorrida durante confrontos entre manifestantes, foi traumatismo toráxico.
d) Em julho passado, um quadro de faringolaringite fez a presidente ficar em repouso por 48 horas. O período se extendeu por mais de uma semana e a levou a postergar uma viagem ao Paraguai.
e) Como o que não tem conserto no Brasil é a dona CBF, mais uma vez a Casa Bandida submeteu a seleção brasileira a um areial, agora em Cingapura.

 

14) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta da língua, não haja impropriedade gramatical:
a) Se o investidor manter o dinheiro aplicado por mais tempo, sua rentabilidade será maior.
b) História em quadrinhos conta vida de São Jorge com imagens hiperrealistas
c) As crianças têm de descer praticamente no meio da rua. Porque não fizeram a ciclovia no outro lado?
d) O chef sugere pratos de cantina, como lasanha à bolonhesa, espaguete à carbonara e filé à parmegiana com espaguete na manteiga.
e) Essa é a segunda demonstração pública do sistema operacional. Na primeira, em setembro de 2014, a principal notícia foi a interface, mais parecida com a do Windows 7, incluindo o retorno do menu “Iniciar”, suprimido do Windows 8, antecessor do 10. A Microsoft não explicou por que “pulou” o número 9.

 

15) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta, não haja impropriedade gramatical:
a) O pianista executará a obra “Imperador”, de Beethoven, nas duas récitas com a Philharmonia Orchestra, na Sala São Paulo, nestas segunda e terça, às 21h, pela temporada do Mozarteum Brasileiro.
b) O debate dos gastos públicos no Brasil é totalmente enviesado. Nas últimas semanas, tem-se feito um circo entorno da meta de superavit primário.
c) Paul Walker ocupava o banco do passageiro do carro que colidiu com árvore e poste e explodiu, matando no ato ele e o motorista.
d) Com mais de 3 milhões de refugiados, eles representam 23% dos assistidos pelo órgão no mundo.
e) Muitas mulheres se incomodam com a bochecha. Acham que as deixam mais gordas.

 

16) Considerando o registro culto da língua, assinale a alternativa correta quanto à regência verbal (comportamento do verbo em relação a seus complementos):
a) Sobre o ocorrido há 38 anos, o patologista diz que, vez ou outra, alguém o pergunta sobre o assunto. “Às vezes tenho que falar que ninguém sobrevive a uma necropsia”, diz ele, bem-humorado.
b) “Minha marca e a de Donatella são parecidas, prezam muito pela mulher e por sua feminilidade”, disse o estilista belga Anthony Vaccarello à Folha.
c) Talvez o humilhado “homem sério”, pai de família, até cogitasse ficar vendo o futebol, mas a mulher afundaria num tédio insuportável, e os maridos preferem filas de horas no calor do que encarar uma mulher entediada no domingo.
d) Quando voltou à área da piscina, a mulher foi informada de que o menino se afogara.
e) Algumas edificações não precisarão obedecer, por exemplo, as restrições de verticalização no miolo dos bairros, de vagas de garagem e de calçadas mais largas em corredores de transporte, conforme previsto no novo Plano Diretor.

 

17) Assinale a alternativa em que não ocorra ambiguidade (duplo sentido):
a) Após vitória na Austrália, o surfista brasileiro Filipe Toledo sonha com título e casa na Califórnia.
b) O fim da pensão por morte vitalícia prejudicaria, anualmente, cerca de 55 mil viúvas ou viúvos de segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), segundo dados da Casa Civil e do Ministério da Previdência Social.
c) A investigadora interrogou nesta terça a ex-mulher de Nisman e pediu para recolher provas no escritório dele.
d) A jornalista Marília Gabriela anunciou nesta terça (20) que deixará o SBT, onde apresenta o programa “De Frente com Gabi”, para se dedicar a dois livros, uma peça de teatro e uma minissérie –além de fazer aulas de canto e de filosofia com o colunista da Folha Luiz Felipe Pondé.
e) Fernanda Lima fala sobre sexo com o pai na reestreia de seu programa.

 

18) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta, não haja impropriedade gramatical:
a) O ex-tesoureiro do PT também não poderá se reunir com outras pessoas que estejam cumprindo penas judiciais e nem poderá frequentar locais de prostituição, jogos, bares e similares.
b) Pode-se argumentar que, há poucas décadas, boa parte – talvez a maioria – dessas crianças e jovens sequer estaria na escola ou jamais chegaria a se alfabetizar.
c) Em uma defesa enfática de sua política econômica, a pré-candidata do PT à reeleição chamou de ridícula as críticas mais pessimistas, sugerindo que o país entrará em uma crise a partir do ano que vem, e prometeu que não haverá aumento de impostos.
d) A Livraria da Folha reuniu algumas adaptações que valem a pena conferir. Veja os descontos promocionais para quem comprar o DVD e o livro que inspirou o filme.
e) A vendedora de roupas Vanessa Regina de Almeida Dutra Pontes, 38, viúva e mãe de dois filhos, com uma renda mensal declarada de R$ 1.200, disse que lhe custou crer na informação da Operação Lava Jato de que era dona de uma empresa que recebeu R$ 59 milhões entre dezembro de 2012 e abril de 2013.

 

19) Assinale a alternativa em que, à luz da norma culta, não haja impropriedade gramatical:
a) Resta saber se a medida seria aplicada à toda Grande São Paulo ou apenas à região atendida pelo sistema Cantareira.
b) O terceiro “grande ato”, realizado nesta terça-feira, contra o reajuste da tarifa no transporte público de São Paulo terminou sem confrontos como os dois protestos anteriores, que tiveram repressão policial, vandalismo e detenções.
c) “No ano passado, quando eu intervim para aprovar o show da Maria Bethânia [a CNIC também tinha negado acesso da cantora à Lei Rouanet], já tínhamos aprovado projetos da Ivete Sangalo, a artista mais bem-sucedida comercialmente de todos os tempos.”
d) Some-se a isso a baixa qualificação de nossa mão de obra, que impossibilita que muitas tarefas possam ser levadas a cabo devido à escassez de mão de obra especializada.
e) Para viabilizar o negócio, a venda é feita diretamente ao consumidor. López afirma que o preço final fica de 20% a 30% mais barato.

 

20) Assinale a alternativa em que não ocorra impropriedade quanto à escolha do vocabulário:
a) Para seu irmão, Carlos El Khouri, no entanto, Marcia narrou alguns dos momentos de horror que viveu dentro do Lindt Cafe. “A moça [Katrina Dawson, 38, uma das vítimas fatais do sequestro] morreu ao lado dela”, relatou Carlos.
b) Acabei de ver uma salada de orelha de porco. (As vísceras também chegaram à moda!) Você faz a orelha na panela bem temperadinha.
c) Outros, quando a derrota lhes parece inevitável, entregam-se, seja por desânimo, seja por indigência intelectual, seja por puro oportunismo, e passam a procurar o menos pior.
d) E a vida continua. É ao mesmo tempo violento e bonito que a vida continue após uma grande perda. Como é trágico e, ao mesmo tempo, patético que o distanciamento da dor não a elimine, mas a torne comum.
e) Filho de pai com descendência belga e francesa, mas criado por um padrasto de origem turca e judaica, Klarck, nascido em Alagoas, afirma: “É a mistura de raças, cores e gêneros que faz do Brasil o que ele é hoje: um país diversificado, belo e único”.

 

MATEMÁTICA

1) Quando um quadrado tem um lado aumentado em 20%, em quanto aumenta sua área?
a) 20%
b) 10%
c) 40%
d) 22%
e) 44%

 

2) Uma praça em forma de círculo foi construída pelo prefeito de uma grande cidade brasileira. Ele pretende construir uma ciclovia que atravessará diametralmente essa praça. Sabendo que a circunferência da praça mede 628 m, qual será aproximadamente o comprimento da porção da ciclovia interna à praça? Dado: a fórmula da circunferência é c = 2πr
a) 200 m
b) 100 m
c) 314 m
d) 328 m
e) 628 m

 

3) Ricardo aplica em um fundo de investimento R$ 685.200,00. Sabendo que o fundo rende mensalmente 3% do valor investido, qual é o lucro percentual obtido após dois meses de investimento?
a) 6,03%
b) 6,09%
c) 6,1%
d) 6.06%
e) 6%

 

4) Um índio amazônico busca ampliar a reserva onde sua tribo foi assentada. Sabendo que o tamanho inicial da reserva é de 1,2 milhão de hectares, se o índio obtiver mais 30 km² de área para essa reserva, de quantos por cento será o aumento? Dado: 1 ha = 10.000 m²
a) 0,33%
b) 0,03%
c) 0,3%
d) 2,5%
e) 0,25%

 

5) A emissão chinesa de gás carbônico é a maior do mundo: mais de 9 bilhões de toneladas por ano. Mas a maior emissão per capita é a do Catar: 44 toneladas por pessoa ao ano. A China tem uma emissão de 6,7 toneladas de gás carbônico per capita por ano. Se os chineses emitissem em média o mesmo que os catarianos, quão maiores seriam as emissões anuais do país mais populoso do mundo? Adote: a população chinesa é de 1,4 bilhão de pessoas.
a) 9.212.500.000 toneladas de gás carbônico
b) 9.380.000.000 toneladas de gás carbônico
c) 61.600.000.000 toneladas de gás carbônico
d) 52.220.000.000 toneladas de gás carbônico
e) 70.989.000.000 toneladas de gás carbônico

 

6) O animal terrestre que consegue correr mais rápido é o guepardo, que pode chegar a 100 km/h. Se ele conseguisse percorrer sem parar as estradas entre Punta Arenas (no sul da Argentina) e Caracas (no extremo norte da América do Sul), totalizando 9.778 km, quantos dias no mínimo seriam necessários para concretizar essa jornada?
a) 3
b) 4
c) 5
d) 7
e) 9

 

7) São Paulo é a capital do país em que o risco de ser assassinado é menor, com 11,4 mortes para cada 100 mil habitantes, de acordo com os últimos registros. Sabendo que São Paulo tem 11,9 milhões de habitantes, se a cidade tivesse o mesmo índice de mortalidade que Fortaleza (77,3 mortes para cada 100 mil habitantes) quantos habitantes morreriam por ano na maior cidade do país aproximadamente?
a) 77.300
b) 11.900
c) 11.400
d) 9.200
e) 9.970

 

8) Você entrou num jogo muito chato e está com fome. A chance de você perder o jogo é de 5%. A chance de você ganhar o jogo é de 5%. Se você não ganha nem perde, você tem de jogar de novo. Quantas vezes, em média, você terá que jogar para poder ir almoçar?
a) 2
b) 10
c) 20
d) 100
e) 200

 

9) Em uma viagem, um dono de um Celta (veículo popular da GM) consegue transportar quatro passageiros e duas malas de viagem. Sabendo que o lugar de uma pessoa também pode ser ocupado por duas malas, mas não o contrário –o que seria uma infração de trânsito–, quantas viagens de ida ele terá de fazer para levar 17 pessoas e 17 malas ao ponto de destino?
a) 4
b) 5
c) 6
d) 7
e) 8

 

10) Três amigas, Cláudia, Mariana e Júlia, estão sentadas lado a lado em um cinema. Cláudia sempre fala a verdade; Mariana às vezes mente; e Júlia nunca fala a verdade. A que está à esquerda diz: “Claudia é quem está no meio”. A que está no meio diz: “Eu sou Mariana”. Finalmente, a que está à direita diz: “Júlia é quem está sentada no meio”. Da esquerda para a direita, estão sentadas, na ordem:
a) Mariana, Cláudia e Júlia
b) Mariana, Júlia e Cláudia
c) Júlia, Mariana e Cláudia
d) Júlia, Cláudia e Mariana
e) Cláudia, Júlia e Mariana

 

INGLÊS

Leia o trecho da reportagem de Zack Beauchamp a seguir e responda às questões 1 e 2.

 

SOUTH AFRICA’S HUGE STUDENT PROTESTS, EXPLAINED

The protests began at the elite University of the Witwatersrand (called Wits) in Johannesburg, South Africa’s biggest city. On October 14, Wits students organized a mass rally against what they saw as exorbitant increases in fees: students were being asked to pay 10.5 percent more in tuition and other fees, as well as 6 percent more in an up-front registration fee.

According to David Dickinson, a sociologist at Wits and a member of its council, the university felt it needed to raise fees to stay afloat financially. Dickinson, who voted against the fee increase on the council, blames South Africa’s government for providing insufficient financial support to schools and students. Without more government support, he writes, many poor and middle class black South Africans will not be able to afford higher education.

“The increasing reduction of state subsidies…is turning Wits and other universities into de facto private institutions,” Dickinson writes. “Elite not on the basis of intellectual ability, but on the basis of social class.”

This anger over perceived race and class discrimination fueled the initial round of anti-fees protest at Wits. But similar issues affected universities across the country, not just Wits, and so the protests spread like wildfire. Social media hashtags like #FeesMustFall and #NationalShutdown helped student protestors organize and share information across the country.

The government seemed to have no answer for this protest: tear gas did little to quell their growth. By the end of last week, the New York Times reports, the protests had “spread outside the campuses, as students have leveled their ire directly at the government.” Demonstrators “and police officers clashed outside the Parliament building in Cape Town, and students marched on Wednesday to the headquarters here of the African National Congress.” *** (Vox – 24/10/2015)

 

1) Segundo o texto, o estopim dos massivos protestos de estudantes na África do Sul em meados de outubro foi:
a) a elevação de 10,5% na mensalidade e de 6% na matrícula em cursos superiores das universidades públicas do país.
b) a redução nos subsídios que o governo sul-africano provia a universidades públicas, que aumentaram suas taxas em até 10,5%.
c) a percepção de um substrato racista e classista na administração de uma das maiores universidades do país, que causou a indignação dos estudantes.
d) o aumento nas taxas da Wits, o qual inviabilizaria a permanência de alunos pobres e de classe média na universidade.
e) a privatização da Universidade de Witwatersrand, instituição de elite da África do Sul, que passou a cobrar mensalidades de seus alunos.

 

2) De acordo com o texto, os protestos estudantis:
a) disseminaram-se pelo país, com estudantes de outras universidades que não têm o mesmo problema se manifestando em solidariedade aos da Wits.
b) ultrapassaram os limites dos campi, tornando-se grandes protestos de rua, em que os estudantes passaram a cobrar diretamente o Estado.
c) culminaram em um massacre na Cidade do Cabo, quando policiais reprimiram estudantes que protestavam em frente ao Parlamento.
d) fizeram com que o governo sul-africano anunciasse a privatização de universidades públicas do país, que passariam ao controle de empresas.
e) fizeram com que as universidades públicas congelassem taxas de matrícula e mensalidades cobradas dos estudantes mais pobres.

 

Leia a seguinte matéria e responda às questões 3, 4 e 5:

 

SYRIANS IN BRAZIL: WELCOME, BUT NOT WORKING
Brazilians pride themselves on their embrace –often literal, given their fondness for hugs– of strangers. Nearly all 204m of them are descendants of immigrants or of African slaves. Nativist sentiment is practically non-existent; foreigners easily blend into Brazil’s multi-hued society. “Brazil is a land of welcome,” President Dilma Rousseff wrote recently in an article on the global migration crisis.

It even extends to Syrian refugees, whose flight to Europe has caused a crisis there. On October 5th Brazil’s government signed an agreement with the UN High Commissioner for Refugees strengthening a two-year-old scheme, recently extended for another two years, to fast-track their visa applications. These are filed in countries that border Syria. Brazil has issued visas to 8,000 Syrians so far and granted asylum to 2,100. That puts it ahead of Italy and Spain (though these are smaller countries). Brazil’s tiny Muslim population of 35,000 is about to grow. In all, 18,000 asylum-seekers are awaiting decisions.

These numbers are a trickle beside the hundreds of thousands expected to reach Europe this year from Syria and other strife-ridden places. But they are a torrent compared with a few years ago. Asylum applications from all countries went from 566 in 2010 to 8,302 last year. They are unlikely ever to approach European levels, in part because asylum seekers have to pay for their passage to Brazil.

The country’s bureaucrats, often unresponsive to their fellow citizens, have been uncharacteristically efficient in processing refugees’ cases. Even more surprising is how fast refugees can start their new lives. Cheick Oumar arrived in São Paulo from Mali less than a fortnight ago but already proudly brandishes a temporary ID and work permit.

NGOs that deal with migrants praise such efforts but gripe that the government then loses interest, letting too many responsibilities –for Portuguese classes, legal aid, running shelters and so on– fall on them. Larissa Leite of Caritas, a charity, thinks the authorities should do more to harmonise procedures among different levels of government and inform refugees of their rights, including to benefits from a cash-transfer scheme.

Most refugees prefer work to handouts. But with the economy expected to shrink by 3% this year, jobs are increasingly hard to find. “Everything here is wonderful –except for jobs,” says Mobkaf Altawil, a Syrian architect who fled to Brazil a year ago with his wife, who is a lawyer. He bakes pizzas for a living; many others aren’t so lucky. Until the economy returns to growth, Brazil is unlikely to become a popular destination –no matter how warm the welcome. *** (“The Economist” – 10/10/2015)

 

3) Assinale o trecho que resume a principal notícia do texto:
a) Brazil has issued visas to 8,000 Syrians so far and granted asylum to 2,100. That puts it ahead of Italy and Spain (though these are smaller countries).
b) Brazil’s tiny Muslim population of 35,000 is about to grow. In all, 18,000 asylum-seekers are awaiting decisions.
c) Brazilians pride themselves on their embrace of strangers. Foreigners easily blend into Brazil’s multi-hued society.
d) Brazil’s government signed an agreement with the UN strengthening a scheme, recently extended for another two years, to fast-track Syrian refugees visa applications .
e) Brazil’s bureaucrats have been uncharacteristically efficient in processing refugees’ cases. But with the economy expected to shrink by 3% this year, jobs are increasingly hard to find.

 

4) O texto aponta razões pelas quais o Brasil dificilmente se tornará um destino tão procurado pelos refugiados quanto a Europa. Entre elas, NÃO é possível citar:
a) O alto valor das passagens.
b) A provável retração econômica.
c) A dificuldade de se obter o visto.
d) A dificuldade de inserção no mercado de trabalho.
e) A falta de políticas articuladas de inserção social desses imigrantes.

 

5) Considerando os números apresentados pelo texto, assinale a alternativa correta.
a) Os pedidos de asilo mundo afora subiram de 566 em 2010 para 8.302 em 2014.
b) Cerca de 204 mil brasileiros são descendentes de imigrantes ou de escravos africanos.
c) A pequena comunidade islâmica no Brasil está prestes a aumentar de 35 mil para 53 mil.
d) O Brasil assinou acordo com a ONU para ampliar a concessão de vistos para refugiados sírios residirem no país por dois anos.
e) Até o momento, o Brasil recebeu cerca de 10 mil imigrantes sírios, mais do que países europeus, como Espanha e Itália.

 

6) No terceiro parágrafo, as expressões “trickle”, “strife-ridden” e “torrent” podem ser traduzidas respectivamente por:
a) gota, beligerante, torrencial
b) gota, em conflito, enxurrada
c) vazamento, em conflito, enxurrada
d) ínfimo, beligerante, torrencial
e) ínfimo, em conflito, rio

 

Considere o texto e o gráfico abaixo para responder às questões 7 e 8:

MONEY AND HAPPINESS

S4-Q7-8

A survey of 43 countries published on October 30th by the Pew Research Centre of Washington, DC, shows that people in emerging markets are within a whisker of expressing the same level of satisfaction with their lot as people in rich countries. The Pew poll asks respondents to measure, on a scale from zero to ten, how good their lives are. (Those who say between seven and ten are counted as happy.) In 2007, 57% of respondents in rich countries put themselves in the top four tiers; in emerging markets the share was 33%; in poor countries only 16% –a classic expression of the standard view that richer people are more likely to be happy. But in 2014, 54% of rich-country respondents counted themselves as happy, whereas in emerging markets the percentage jumped to 51%.
The convergence happened thanks to huge improvements in countries such as Indonesia (+35) and Pakistan (+22). In 12 of the 24 emerging markets, half or more people rate their life satisfaction in the top tiers of the ladder. The link between income and satisfaction has not been snapped. Poor countries still lag behind: only a quarter of the people there are in the happy tiers. There is a clear connection between income growth (as opposed to income levels) and happiness. And within countries, richer people express more satisfaction than their poorer neighbours. But the relationship between money and contentment is more complex than it once seemed. *** (“The Economist” – 30/10/2014)

 

7) O texto afirma que a relação entre dinheiro e felicidade se tornou mais complexa do que parecia antes porque:
a) O elo entre renda e satisfação foi rompido, já que em metade dos países emergentes pesquisados, ao menos 50% da população se declarou feliz.
b) Subiu de 33% para 51% a proporção da população de países emergentes considerada feliz, uma fatia semelhante à de países ricos.
c) O nível de felicidade em países emergentes se aproximou ao de países ricos, onde mais da metade das habitantes atribui notas entre 6 e 10 às suas vidas.
d) O nível de felicidade em países ricos encolheu e foi superado pelo de países emergentes, onde 50% ou mais da população se declara feliz.
e) Os níveis de felicidade em países emergentes convergiu, nos últimos anos, com o de países ricos, devido aos avanços de nações latino-americanas, como o México.

 

8) Dividindo os 47 países pesquisados entre ricos, emergentes e pobres, assinale a alternativa CORRETA.
a) Entre 2007 e 2014, o grupo de países pobres foi o que, em média, deu o maior salto em termos de satisfação de sua população.
b) Em sete anos, subiu para 6 a nota média que habitantes de países ricos atribuem às suas vidas, numa escala que vai de zero a dez.
c) As populações de países emergentes são atualmente mais felizes do que as de países ricos, em média.
d) O grupo dos emergentes foi responsável pela alta mais significativa na nota média de satisfação, que também subiu entre populações mais pobres.
e) Apesar do avanço, o nível de felicidade da população de países emergentes ainda é muito inferior ao da de países ricos.

 

Leia o trecho da crônica a seguir, publicada na seção “Modern Love” do “New York Times”, e responda às questões 9 e 10

 

ON TINDER, OFF SEX
When I called my health clinic last month to refill the birth-control pill prescription I have had for 10 years, I was put on the line with a doctor — not my normal gynecologist — who began asking questions about my health.
“It says on your form that you’re interested in both men and women but that you do not use alternative forms of birth control outside of the pill,” he said.
“That’s correct,” I said. To pre-empt a safe-sex lecture, I told him I hadn’t had sex in two years, so it was really a moot point.
“So you’re secondary abstaining then,” he said, surely making note of this somewhere in my records.
“Well, I think ‘accidental abstaining’ is more appropriate,” I said jokingly, attempting to maintain some dignity in this conversation with a man I likely would never meet who seemed to view me as some kind of morally reformed or seriously disturbed woman in my mid-20s.
After we hung up, I Googled “secondary abstaining” and learned that it refers to someone who is sexually experienced but has chosen to no longer be sexually active, usually for reasons relating to religious faith, unwanted pregnancy or sexually transmitted diseases.
I am without faith in almost all respects, I have never been pregnant, nor have I had any STD’s. I have never stopped desiring sex and I have never identified as asexual. In fact, I frequently want to have sex with people, but I simply do not.
I’m “secondary” in a lot of things these days: secondary vegetarian, secondary sober, secondary nonsmoker. But here is how my secondary abstaining departs from my secondary everything else.
I quit eating meat because I developed a deeper concern for the environment. I quit smoking because it’s bad for you. I quit drinking because I have a problem with alcohol. But I never actually quit having sex. Sex just stopped being a thing that happened in my life. (…)
If I were to update the definition of “secondary abstaining” I discovered through my Google search, I would add the following to the list of reasons someone may stop having sex: failed relationship, broken heart and being cheated on after a near proposal by the man you spent your whole life loving. *** (NYT – 15/10/2015)

 

9) A autora discorda da definição de “secondary abstaining” que lhe foi atribuída pelo médico, porque:
a) ela não faz sexo há dois anos.
b) ela sente atração por pessoas de ambos os sexos.
c) ela nunca engravidou nem teve DST.
d) ela optou pela abstinência por acaso
e) ela não escolheu ser abstêmia.

 

10) No terceiro parágrafo, as expressões “pre-empt”, “lecture” e “moot point” podem ser traduzidas respectivamente por:
a) interromper, sermão, ponto cego
b) evitar, palestra, ponto passivo
c) evitar, sermão, ponto pacífico
d) atalhar, palestra, ponto passivo
e) esvaziar, leitura, ponto pacífico

 

QUESTÃO DISSERTATIVA

Escolha um aspecto e escreva um texto opinativo, de até 1.200 caracteres com espaços, sobre a notícia abaixo:
DOMÉSTICA DIZ QUE DEIXOU BEBÊ POR DESESPERO

Na madrugada do último domingo (4), a empregada doméstica Sandra Maria dos Santos Queiroz, 37, começou a sentir contrações.

Ela escondia dos patrões havia nove meses uma gravidez em roupas cada vez mais largas. Disse que tinha medo de ser demitida do trabalho conquistado cinco anos atrás, que também serve a ela e à filha de três anos como moradia, em um edifício de luxo, na rua Pernambuco, em Higienópolis (centro de SP).

As dores aumentaram e ela pensou em ir para a Santa Casa de Misericórdia, a poucos quarteirões, mas não deu tempo. O bebê nasceu às 2h30 no banheiro da suíte dos fundos.

Sandra disse que cortou e amarrou o cordão umbilical da recém-nascida. Limpou, vestiu e alimentou a menina –e a manteve escondida dentro do quarto até os empregadores saírem para almoçar.

No final do dia, com o iminente retorno dos patrões para casa, disse ter entrado em desespero. Colocou então a bebê em uma sacola e saiu pelas ruas do bairro.

Depositou a bolsa ao pé de uma árvore na rua Piauí, às 19h30. Disse ter parado mais adiante para observar, de longe, se a bebê seria resgatada e afirmou ter visto quando o zelador Francisco de Assis Marinho achou a recém-nascida.

Marinho, que passou pelo local atrasado para a missa das 19h30, encontrou a menina dez minutos após ela ter sido deixada no local. Com a chegada da PM, levou a bebê para a mesma Santa Casa de Misericórdia onde ela poderia ter nascido. A pequena permanece na ala pediátrica do hospital e deve ser encaminhada ao Conselho Tutelar. (Folha – 7/10/2015)

Blogs da Folha

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Publicidade