Ex-trainees se destacam em carreira diplomática

Por treinamento

Entre os que fizeram o Programa de Treinamento em Jornalismo Diário da Folha, estão dezenas de profissionais que estão hoje na carreira diplomática. Há ex-trainees vivendo em Pequim, Adis Adeba, Porto Príncipe, Nova York, Genebra.

“O treinamento na Folha marcou profundamente a minha escrita. A ideia de que cada linha deve conter uma informação tornou o meu texto mais enxuto e rico. Foi importante também a questão da clareza. Nos relatórios que produzo, busco ser o mais cristalino possível”, diz João Carlos de Oliveira, 43, conselheiro na Missão Permanente do Brasil junto à ONU em Genebra.

Roberto Salone, 38, chegou a trabalhar como redator de Cotidiano em 2002, mas foi para o Itamaraty três anos depois. “Fiz muitos amigos, que cultivo até hoje, apesar da distância geográfica imposta pelas perambulações diplomáticas”, diz ele, que, assim como Oliveira, trabalha na Missão em Genebra, mas ocupa o cargo de primeiro-secretário.

O economista Krishna Monteiro, 42, foi trainee em 2006, mas acabou optando pela diplomacia. “Aprendi na Folha a lidar com a imprensa, o que facilita bastante o meu trabalho”, afirma Monteiro, que é chefe do setor de promoção comercial da embaixada do Brasil na Índia.

Para Pedro Dubra, 34, os meses de treinamento serviram como um intensivão. “O trainee sai do curso com um olhar jornalístico: sabe coletar dados, cotejar versões, organizar informações. É muito útil, mesmo quando não se trabalha mais como jornalista”, diz Dubra, que ficou no jornalismo até o ano passado (está agora em Brasília).

“Conhecer o processo de produção jornalística, e, posteriormente, trabalhar em um dos maiores jornais do país foi fundamental para as minhas atividades como agente político. O ambiente do Programa foi um dos mais desafiadores e estimulantes da minha carreira, bem como seu processo de seleção, que ainda reputo como o mais completo dos diversos dos quais participei”, afirma Rômulo Figueira Neves, 37, atual Secretário de Estado Chefe do Gabinete do Governo do Distrito Federal.

As inscrições para o Programa de Treinamento de 2016 estão abertas até 27 de outubro. Acesse folha.com/treinamento.

42ª turma do Programa de Treinamento em Jornalismo Diário da Folha: Paulo Haddad (esq.) auxilia Krishna Monteiro (hoje chefe do setor de promoção comercial da embaixada do Brasil na Índia) e Carolina Rangel a montar banco de dados (Crédito: Rogério Cassimiro/Folhapress)
A 42ª turma do Programa de Treinamento da Folha: Paulo Haddad (esq.) auxilia Krishna Monteiro (hoje chefe do setor de promoção comercial da embaixada do Brasil na Índia) e Carolina Rangel a montar banco de dados (Crédito: Rogério Cassimiro-6.dez.2006/Folhapress)