Jornalismo independente e sem fins lucrativos: o caso do Texas Tribune

Por treinamento

Poderia um site de notícias não partidário, sem fins lucrativos e especializado em política sobreviver em tempos em que gigantes como “The New York Times” e “Washington Post” tentam descobrir novas formas de garantir que as contas fechem no fim do mês?

Talvez o maior caso de sucesso do jornalismo independente no mundo, o Texas Tribune é exatamente isso: não tem vínculos com partidos, não tem pretensão de lucro e cobre apenas assuntos relacionados ao mundo político e a políticas públicas.

texas
Primeira página do site do Texas Tribune, jornal online independente. (Crédito: Reprodução)

Segundo o editor-chefe, Evan Smith, a ideia de criar o site veio a partir da percepção de que os jornais tradicionais do Texas (EUA) já não tinham tantos repórteres dedicados à cobertura política. Smith esteve em São Paulo na quinta-feira (2) para o 10º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, realizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

“Queremos dar meios para que a população tome decisões durante o período eleitoral e até mesmo no dia a dia. Ainda temos muitas pessoas no Estado que não estão participando ou se importando com a política”, disse.

A cobertura do Texas Tribune, entretanto, vai além dos acontecimentos no Congresso ou das divergências entre os partidos Democrata e Republicano. Smith ressalta que há um esforço em fazer jornalismo investigativo e baseado em dados e números.

Entre as reportagens publicadas há investigações sobre políticas públicas de saúde, educação e segurança no trabalho. Um exemplo é a série sobre os texanos que não têm acesso à água potável.

FINANCIAMENTO

O site foi criado em 2009 e, na época, tinha 11 repórteres. Hoje, a equipe tem 34 profissionais, entre eles um correspondente em Washington.

O projeto conta com diferentes fontes de financiamento, mas se sustenta principalmente com doações de pessoas físicas e de instituições como universidades ou fundações filantrópicas.

Algumas empresas também colaboram com doações em dinheiro, mas, segundo Smith, não têm poder para interferir no conteúdo publicado. Uma página detalha quem são os colaboradores e qual a quantia doada por cada um deles.

Em seus seis anos de existência, o Texas Tribune já angariou cerca de U$ 30 milhões. Para 2015, o orçamento gira em torno de U$ 6 milhões –metade desse valor já foi arrecadado.