Qual o melhor conselho que você recebeu na sua carreira?

Por treinamento

A Folha está recebendo, desde segunda-feira (9), um grupo de jornalistas estrangeiros que tirou um período sabático para estudar na Universidade de Michigan (EUA). Os trainees aproveitaram a presença deles para fazer a pergunta: Qual o melhor conselho que você recebeu na sua carreira?

Confira as respostas logo abaixo da galeria:

X

Gregory Anderson, 40, ex-jornalista do Yahoo! (EUA)

“Em 2000, David E. Davis, fundador da ‘Automobile Magazine’, disse que é necessário reinventar-se periodicamente.

*

Gerald Mullany, 52, editor do “New York Times” em Hong Kong

Quando começar no jornalismo, trabalhe como louco.

*

Robert Wildeboer, 38, da National Public Radio (Chicago, EUA)

Um antigo chefe me falava da importância de buscar histórias novas. Cobrir um caso que a imprensa toda cobre é bem menos importante e divertido do que descobrir algo novo.

*

Jason Margolis, 41, da sucursal da BBC em Boston (EUA)

Não tenha medo de fazer perguntas que você considera estúpidas. Se você não sabe a resposta, há chances de que seu leitor também não saiba.

*

Steffanie Riess, 40, repórter em Washington da emissora de TV alemã ZDF (Zweites Deutsches Fernsehen)

No começo da carreira, um colega me disse que as pessoas gostam de falar sobre elas e que devemos saber ouvir para obter boas informações.

*

Jason Francis Fagone, 36, escreve para a “Wired Magazine” e para a “Philadelphia Magazine” (EUA)

Veio do meu colega Steve, em 2002: se você tem acesso a alguém importante, aproveite.

*

Helen Suzanne Maynard, 50, repórter da TV ABC (EUA)

Um produtor-executivo disse que, quando alguém ligar oferecendo um emprego, você deve conversar com essa pessoa mesmo que não queira mudar de trabalho. É sempre bom descobrir o que está acontecendo além da sua bolha.

*

Tracy Jan, 38, repórter do “Boston Globe” (EUA)

Olhe para as histórias por um ângulo diferente das outras pessoas.

*

Eric Strauss, 42, produtor do programa “20/20”, da ABC (EUA)

Na universidade, uma produtora me disse para ser agressivo, ficar de olho nas oportunidades e fazer amigos em todas as áreas.

*

Larry John Lage, 41,  jornalista esportivo da Associated Press (EUA)

Estudar algo que me orgulhasse e pudesse sustentar a minha família como um plano B. Foi de Bill Bonds, um apresentador de TV em Detroit.

*

Kimberlie Renee Gamel, 46, repórter da Associated Press (EUA)

Que erros irão acontecer, mas você nunca deve deixar de correr riscos.