Ricardo Gallo lança livro sobre brasileiro executado na Indonésia

Por treinamento

Na próxima quarta (4), o jornalista da Folha Ricardo Gallo lança seu livro “Condenado à Morte”, sobre a trajetória de Marco Archer, o primeiro brasileiro sentenciado à pena capital e executado em um país estrangeiro.

O lançamento será na Livraria da Vila do shopping Pátio Higienópolis (av. Higienópolis, 618, piso Pacaembu), das 18h30 às 21h30. O evento é aberto ao público e terá um debate com o autor e com o jornalista Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha.

Condenado_a_morte_capa.indd

Archer foi preso em 2003 ao tentar entrar na Indonésia com 13 quilos de cocaína escondidos em sua asa-delta. Descoberto no aeroporto, ele só foi capturado duas semanas mais tarde, após uma fuga cinematográfica pelas ilhas do país. Ele viveu mais de sete anos na prisão de Pasir Putih, conhecida como “Alcatraz asiática”, até ser executado em janeiro de 2015.

Gallo diz que descobriu a história “por acaso”, em 2009. “Fui indicado pelo jornal para cobrir um fórum de turismo na Indonésia, nem conhecia o caso do Marco naquela época”, conta.

O jornalista passou a cobrir a situação de Archer para a Folha, passando por Indonésia, Cingapura, Holanda, Manaus e Rio de Janeiro. “Quando comecei a apurar a história, vi que ela tinha muito mais do que cabia no jornal. O próprio Marco sugeriu transformá-la em livro”, conta.

Além da história do brasileiro, o livro relata a estrutura corrompida do sistema de Justiça indonésio e a repercussão diplomática provocada pela execução.