Trainees de Ciência e Saúde contam por que escolheram o programa

Por Sabine Righetti
A 2ª turma do Programa de Treinamento em Jornalismo de Ciência e Saúde começou no dia 2 de junho e tem atividades até o próximo dia 27 de junho.Nesse período, os trainees trabalham com leitura de paper, produzem textos, discutem ética científica e ética jornalística,conversam com profissionais da área de ciência e saúde e com jornalistas experientes da Folha .
O programa tem patrocínio da Pfizer.

Neste ano, a turma tem sete integrantes. São quatro jornalistas e estudantes de jornalismo e três de outras áreas: uma engenheira química, um biólogo e um biomédico.

A composição da turma dá um resultado bem interessante e debates muito produtivos sobre ciência e saúde, jornalismo e jornalismo de ciência e saúde.

foto da turma
Os trainees de Ciência e Saúde da Folha  (Eduardo Anizelli/Folhapress)
 
Em um desses debates, pedi que cada um deles me explicasse por que decidiu fazer o Treinamento em Ciência e Saúde da Folha. As respostas foram bem interessantes.
FAMÍLIA DE MÉDICOS
A estudante de jornalismo da USP Daniela Bernardi, 24, contou que sempre teve interesse por assuntos de saúde.Ela é filha de médicos e irmã de uma estudante de medicina.”As conversas dos jantares sempre abordaram esse tema.”

Já a jornalista gaúcha Marilice Amábile Pedrolo Daronco, 33, disse que todo jornalista tem um pouco de cientista.”Não usamos tubos de ensaio, não somos capazes de isolar uma molécula e nossos ‘laboratórios’ funcionam à base de papel, caneta e boas ideias. Mas, como os cientistas, somos movidos pela curiosidade.”O biomédico e estudante de matemática Gabriel Andrade Alves, 28, veio parar no Treinamento por motivos bem diferentes.

Ele conta que decidiu fazer o treinamento para entender “a transposição do conhecimento científico, muitas vezes bastante técnico e restrito, para a população”.

O programa teve quase 500 inscritos para o processo seletivo, que aconteceu em maio.

Isso representa cerca de 25% do total de inscritos para o programa de Treinamento em Jornalismo Diário da Folha, que já tem 25 anos de tradição e dura quatro meses (a próxima turma começa em agosto e as inscrições já terminaram).

E você? Também tem interesse pelas áreas de Ciência e Saúde? Conte para a gente o motivo!