Novo em Folha

Programa de Treinamento

 -

O blog é uma extensão do Programa de Treinamento em Jornalismo da Folha. É produzido pela equipe da Editoria de Treinamento, pelos trainees e por outros colaboradores da Redação da Folha.

Perfil completo

Publicidade

The Art of the Scottish – um (longo) dia em Edimburgo

Por rbotelho

 Por Ingrid Fagundez, que viajou ao Reino Unido após ser uma das ganhadoras do Desafio GREAT

Depois de um domingo explorando Londres, visitamos Edimburgo na segunda-feira. A capital da Escócia é bonita no cinza e marrom de suas construções antigas, de pedra, que compõem uma atmosfera medieval.

Em agosto, suas ruas ganham o colorido de milhares de artistas e turistas que vêm para os festivais. Em um mês, seis eventos culturais ocorrem – Art Festival, Edinburgh Military Tattoo, International Festival, Edinburgh Festival Fringe, Book Festival e Mela Festival -, tornando a cidade um labirinto de opções, onde é difícil decidir entre peças, shows, musicais, performances, leituras e vários tipos de arte.

Nessa e em outras épocas do ano, quando Edimburgo recebe mais cinco festivais,  sua economia é agitada pela multidão de turistas, artistas e produtores que chega todos os dias.

Segundo a diretora de comunicação do International Festival, Susie Burnet, em agosto a população de Edimburgo passa de 500 mil habitantes para 1 milhão. São mais de 20 mil artistas, que também beneficiam o comércio local. Burnet explicou que o turismo é uma das principais fontes de renda do lugar, que abriga festivais desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Na ocasião, as apresentações foram criadas para promover o contato entre povos e restabelecer o clima de paz. Hoje, fazem a alegria de lojistas, satisfeitos com as milhares de pessoas que invadem a capital em agosto. E não vão embora sem comprar um kilt – ou uma gaita de fole.

Continue acompanhado a viagem pela hashtag #desafioGREAT nas páginasUKinBrazil e UKBrasilSeason no Facebook e Twitter.

Blogs da Folha

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Publicidade