Inovação e jornalismo em festa em Buenos Aires

Por izabela moi

Gustavo Faleiros, um dos responsáveis pelo blog Folha SP Dados, participou na semana passada de um encontro para pensar a inovação no jornalismo, promovido pelo HacksHackers, em Buenos Aires. Ele faz o relato abaixo.

 

“Entre os dias 30 de agosto e 01 de setembro, Buenos Aires abrigou um dos encontros mais vibrantes sobre jornalismo e tecnologia do Cone Sul. A Media Party , como foi chamada, reuniu gente que está trabalhando com jornalismo digital em todo mundo, como o time de projetos interativos do jornal The Guardian e o do New York Times, além de mostrar novas tecnologias que estão sendo utilizadas por repórteres.  

Uma destas novidades foi apresentada pelo americano Jonathan Stray, criador do projeto Overview, que utiliza um software capaz vasculhar milhares de sites e documentos digitalizados para criar categorias ou investigar relações de datas, nomes e locais. Na Argentina, o site Mapa 76  também utiliza técnicas de extração e análise de dados para fazer a investigação de documentos da ditadura militar.

O evento em Buenos Aires foi organizado pelo capítulo local do Hacks/Hackers, um grupo que cresce em todo o mundo promovendo o diálogo entre jornalistas e programadores. Há dois meses, em São Paulo, foi lançado o primeiro capítulo brasileiro. Dois encontros já foram realizados no auditório da Folha e o próximo ocorre no dia 13/9, na Câmara Municipal.

Um das questões que se tornou mais evidente durante o Media Party é a necessidade de se investir na formação de grupos multidisciplinares. Projetos premiados no New York Times ou no Guardian, contaram seus realizadores, têm equipes com repórteres, programadores e designers. Tyson Evans, do NY Times, estimou em 100 o número de pessoas diretamente envolvidas na criação do site especial das Olimpíadas de Londres. Vale dar uma olhada no projeto final.

Cerca de 700 profissionais passaram pelos debates promovidos pelo Media Party. Uma maratona de programação _  ou hacktona, como é conhecido esse tipo de evento _ marcou o fim do evento no sábado, 1/9.

Alguns protótipos de aplicativos foram apresentados. O mais comentado foi uma espécie de joguinho chamado Angry Indec, inspirado pelo famoso app de celular, Angry Birds. A versão criada na hackatona permite comparar preços na gôndola do supermercado com a taxa oficial de inflação provida pelo Instituto Oficial de Estatísticas da Argentina, o Indec. Ao mesmo tempo, divertido e informativo.

Em São Paulo, o  capítulo da organização faz evento no próximo dia 13/9. Veja aqui os detalhes e como se inscrever.”

O convite do Gustavo está feito. Aproveitem!