Novo em Folha

Programa de Treinamento

 -

O blog é uma extensão do Programa de Treinamento em Jornalismo da Folha. É produzido pela equipe da Editoria de Treinamento, pelos trainees e por outros colaboradores da Redação da Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Sobre pôr o blog pessoal no currículo

Por Cristina Moreno de Castro

Perguntamos aqui outro dia se um leitor, que atualiza um blog sobre música sertaneja, deveria colocá-lo em seu currículo.

Dois leitores responderam:

O Mauricio ponderou, corretamente, que depende de qual vaga ele está tentando com aquele currículo.

Faz muito sentido. Por exemplo, se for uma vaga para uma revista voltada para o público que gosta de música sertaneja, o blog deveria ser listado até com destaque, entre os primeiros itens.

Se for uma vaga de repórter de cultura, não necessariamente de música, também é válido listar o blog, mas ele deixa de ser prioridade.

Se for uma vaga relacionada à atualização de sites e blogs, ou de redes sociais, independente da área, também pode ser bacana colocar o blog, para mostrar que você soube atualizá-lo de forma profissional, que entende da linguagem online, que sabe interagir com os leitores etc.

Mas se for uma vaga de repórter de economia numa revista especializada, como o Mauricio exemplificou, o blog de música sertaneja perde a importância.

Pode ser listado, ainda assim,  no campo “outras experiências profissionais”. Porque a gente sabe que, nessa fase da vida, nosso currículo ainda é magro (e é normal que seja), então mostrar que você teve um blog pode ser uma boa forma de mostrar seus textos quando ainda era estudante.

Masssss….

Isso tudo que eu disse acima só faz sentido se, e somente se, o blog tiver realmente um caráter mais profissional. Como bem disse a Hidaiana, não vale listar aquele blog abandonado, que nunca era atualizado, ou que não tinha textos interessantes e jornalísticos.

Aqueles que ficam só divagando sobre a vida não entram, portanto.

É como eu respondi ao Fabio, que nos fez a pergunta original: “Se você acha seu blog um motivo de orgulho e ele tem frequência profissional de posts e bom número de acessos, não há problema em colocar no seu portfólio, com link, dizendo que você é um dos fundadores e colaborou no período tal.”

Ou vocês acham que o Novo em Folha não está no meu currículo? 😀

Blogs da Folha

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Publicidade