Gastos às claras

Por Paula Leite

Os trainees estão aprendendo nesta semana sobre algo muito bacana: como e onde achar dados sobre gastos de órgãos públicos. O Tiago Ribas escreveu sobre o que aprendeu no curso da ONG Contas Abertas:

“Nesta semana fizemos um curso com o secretário-geral da ONG Contas Abertas, Gil Castello Branco, e com o analista de sistemas Carlos Blener. Eles nos mostraram como encontrar informações sobre os gastos de diversos órgãos nos sites de transparência pública.

Informações como essas podem gerar (e já geraram) pautas muito boas, como a que descobriu que o ex-ministro Orlando Silva comprou tapioca com o cartão corporativo do governo federal.

A dificuldade é saber como encontrar essas informações em sites que nem sempre são tão fáceis de usar quanto deveriam ser. Além disso, há o problema de saber como filtrar esses dados.

Muitas vezes, o volume de informação é tão grande que fica difícil separar o que é notícia do que não é. Para isso, podemos usar programas como o Excel, que ajuda a tabular as informações de uma maneira que seja possível ver a história por trás dos números.

Saber como navegar nesses sites e como filtrar as informações contidas neles é fundamental para qualquer jornalista. Com o uso destas ferramentas e com a ajuda da Lei de Acesso à Informação, que começou a valer em maio, fica bem mais fácil supervisionar os gastos públicos e fazer matérias expondo os ‘malfeitos’ dos políticos brasileiros.”