O check-list das cifras

Por Cristina Moreno de Castro

Em sua última coluna, a ombudsman da Folha, SUZANA SINGER, critica alguns levantamentos e pesquisas que ganham destaque facilmente no jornal (leia AQUI, se for assinante).

Ao final, ela sugere um check-list que pode ser bem útil aos jornalistas:

“1) Como é composta a amostra? Não se impressione com milhares de entrevistas, já que quantidade não garante representatividade;

2) Como foi aplicado o questionário? Desconfie do que for feito pela internet: é difícil saber quem responde e, no Brasil, boa parte da população não tem acesso à rede;

3) Quem pagou a pesquisa? Transparência sempre ajuda;

4) Os números são comparáveis? É preciso saber se as bases de dados são equivalentes;

5) Outras pesquisas corroboram os resultados obtidos agora? Duvide de dados surpreendentes.”