Uma resposta ao Hudson

Por Cristina Moreno de Castro

O Hudson pediu conselhos para o blog na semana passada.

Respondi o seguinte:

“Eu só faria uma especialização ou mestrado se já tivesse claro para mim qual a área em que quero atuar nas Redações (já que vc quer trabalhar em Redação). E esse tipo de convicção geralmente a gente só forma depois de um certo tempo de experiência (se eu te dissesse que já mudei de vontades umas 6 vezes nos últimos 4 anos e até hoje não tenho certeza…). Por outro lado, é muito boa essa oportunidade que vc conseguiu de fazer um mestrado sem custo nenhum, acho que é algo quase imperdível. E não acho nem que o mestrado torne impossível que vc exerça de alguma forma a profissão (por exemplo, oferecendo frilas para a área de economia, que vc deve dominar bem e já com a vantagem no currículo de ter formação na área), nem que dois anos fora do mercado, sendo tão novinho (imagino) sejam um problema para vc reingressar no jornalismo de novo.

Enfim, eu, no seu lugar, só teria certeza de uma coisa: que deveria terminar o curso de economia, já que ele já está no último ano, ou falta um ano e meio. Será uma formação mto importante pra vc exercer o jornalismo, especialmente se quiser seguir com jornalismo econômico.”

E a Ana:

“Na verdade, eu só consideraria agora a possiblidade de um mestrado se tivesse alguma intenção de fazer carreira acadêmica no futuro.

Se isso não está nos seus planos, se o que quer é mesmo ser jornalista na Redação, a pós é quase irrelevante, principalmente no começo da carreira.

E acho que vc deve terminar o curso de economia, não só porque vai te preparar melhor para ser jornalista, mas também porque vai te dar outras possibilidades de atuação.”