6 maneiras de superar a timidez nas entrevistas

Por Cristina Moreno de Castro

Já falamos aqui sobre a repórter que “tem um estilo meio Sandy” e isso atraiu o interesse de vários leitores que são, na verdade, tímidos.

O fato é que não é impossível conciliar timidez com a intrepidez necessária aos repórteres.

Lembro de um colega que eu tive na Folha que era tão tímido, mas tão tímido, que mesmo quando substituía o editor-adjunto (ou seja, assumia cargo de chefia) não conseguia olhar nos meus olhos (nem nos de ninguém) ao pedir o retorno de uma pauta, por exemplo.

Isso não impede que ele seja um ótimo repórter, que vive dando furos até hoje.

Por isso achei bem legais as dicas que a jornalista Beth Winegarner deu para superar a timidez (que ela diz sentir de maneira tão paralisante que impedia até de abrir a boca na sala de aula, quando estudante).

Ela lembra, por exemplo, que repórteres costumam deixar as outras pessoas nervosas — e é sempre bom pensar que você não é o único tremendo nas bases ali 😉

CLIQUE AQUI para ler tudo.

(Dica do professor MARCELO SOARES Jóia)

Leia também:

Há lugar para os tímidos